10
jun
2014
Gente é complicado,viu?
Categorias: comportamento, Saúde, Vida


 photo 2012-03-06_amymerrick-main.jpg
Estava aqui, pensando comigo mesma, como meus botões pensam!! E, se não tivéssemos problemas??

E,se tudo fosse as mil maravilhas,hein?

Lidar com pessoas é tão difícil, nem FREUD explica!!! Vá entender a cabeça das pessoas! Às vezes,você está ajudando,dando tudo de si e, a pessoa não está nem aí pra hora do Brasil! Acha que você,não fez mais que sua obrigação.Não é reconhecido(a).
Vocês acreditam,que eu já me prejudiquei,inclusive financeiramente,por ajudar alguém? Já perdi as contas,de quantas vezes foram.
A verdade é que, fazemos sem esperar nada em troca, fazemos, pois é bom,nos sentimos gratificados com isso. Mas, existe, muita gente ingrata! Que nunca vai reconhecer seu erro,seja por arrogância,soberba, falta de coragem,sei lá.
Minha psicóloga na sua sabedoria e conhecimento profissional,me fala assim:

Dona Sonia,esse é o momento,da senhora,se cuidar. Nada de carregar os problemas dos outros nas costas, isso é um fardo muito pesado!!

Mas, nossos botões,ficam martelando,pensando, e brota a tal da ansiedade, querer fazer tudo ao mesmo tempo!! Cantar,assoviar e chupar cana!! Eu estava nesse nível,querendo resolver tudo e, aí o corpo dá sinal!!!

Mas, já em tratamento e, admirando alguns vídeos que tenho recebido e, vendo o cuidado de Deus para conosco,quero compartilhar aqui com todos vocês, afinal de contas,somos o Compartilhando as Letras.


Olhando a natureza e a sua beleza,entendemos o Poder de Deus:

Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Romanos 1:20

.

Mas, pensando na beleza que é a vida, nos amigos e nos profissionais que conhecemos e que nos ajudam nessa batalha do cotidiano, reconhecendo que temos tantos motivos para sermos gratos , principalmente pelo dom da vida.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...





gravatar
junho 10th, 2014 às 23:46

1

Sonia,

Realmente, lidar com as pessoas no dia a dia é tarefa pesada, muita gente complica a simplicidade.

Bjs

Responder

Sonia Regly Respondeu:

@Sissym, [fro] [kiss] [dance] Sissym,
adorei, o complica a simplicidade.É exatamente isso!!! Tudo é tão simples,mas o povo complica! [:S] [:S] [:S]

Responder

gravatar
Eduardo
junho 11th, 2014 às 0:27

2

[cooo] [cooo] Gostei do conselho de sua psicóloga. Realmente não temos que levar fardos pesados. Jesus nos deu um leve. Contudo, acho que devemos ter o cuidado de não servos indiferentes com os que estão ao nosso redor. Como cristãos, devemos ter o cuidado de não figurarmos nos extremos quer assumindo o papel de salvadores da pátria, absorvendo todos os tipos de problemas alheios, quer tornando-se insensível àqueles que precisam de ajuda, ainda que atolados na ignorância. Precisamos encontrar o equilíbrio, reconhecendo nossos limites.

Responder

Sonia Regly Respondeu:

@Eduardo, [roda] [pula] [pais] Dudu,

Mas, com pena, comovidos com certas situações,vamos ajudando e, quando vemos já estamos tão envolvidos nos problemas do outro que, isso nos causa um sufoco danado!!! [pais] [pais] Mas, tenho seguido o conselho da Psicóloga, Deus,Ele sim, pode carregar nossos fardos.Nós só podemos fazer,aquilo que nossas forças suportam. Obrigada por sua amizade. Saudades da nossa querida IBCNP, ali eu fiz excelentes amigos e vivi momentos inesquecíveis. [pula] [pula]

Responder

Eduardo Respondeu:

@Sonia Regly, Verdade. Uma coisa que faço é levar tudo em oração. Tenho visto a mão de DEUS realizar coisas tremendas na vida de pessoas. E muitos casos vale mais orar do que agir. Este equilíbrio entre saber quando agir e orar também é algo interessante, pois na oração somos libertos da ansiedade. Paz. Tenho vcs em meu coração. Sua família é uma benção.

Responder

gravatar
charlesNetto1
junho 11th, 2014 às 0:33

3

Valeu Amiga Sonia, pela partilha de um de seus interessantes post que nos faz refletir sobre o nosso cotidiano e também meditar sobre sua belíssima conclusão que transcrevo aqui bem assim…
Olhando a natureza e a sua beleza,entendemos o Poder de Deus:

Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; Romanos 1:20

Responder

Sonia Regly Respondeu:

@charlesNetto1, Quando estou em Saquarema e olho a imensidão do mar,vejo como Deus é grande e tremendo!!! Ele tem o controle de tudo em suas mãos.Nós que somos apavorados,queremos tudo para ontem!!!!

Responder

gravatar
Eunice evers
junho 11th, 2014 às 1:16

4

Gostei prima! principalmente das palavras da sua psicóloga Eu sou assim me preocupo muito com os outros e esqueço de mim, faço porque gosto me sinto bem.

Responder

Sonia Regly Respondeu:

@Eunice evers, [fro] [fro] Prima Eunice,
Eu sou ansiosa,então tomo à frente quero ajudar, muitas das vezes sou mal interpretada,pois quero embarcar o mundo com as pernas. Aí a gente sofre,pois as pessoas, hoje em dia,só pensam em si e são egoístas, cheias de futilidades etc… Mas, eu estou aprendendo… [oh] [oh] [clap] [clap] [be] [be]

Responder

gravatar
Aline
junho 16th, 2014 às 7:33

5

Tem horas que não dá pra lutar contra nossa natureza em ajudar. Fazer o bem sem olhar a quem. É Deus quem nos recompensa.

Responder

gravatar
Pr. Denivan S. Oliveira
junho 24th, 2014 às 20:51

6

Irmã Sonia!!!
Quando penso nessa questão do lidar com pessoas (que a irmã destaca nessa reflexão), me vem à mente o impasse entre PAULO e BARNABÉ por causa de João Marcos. História que encontramos em Atos 15.
Fato é que não existem dois seres idênticos. Quando muito, encontramos algumas semelhanças entre pessoas. Só que, na prática, a pessoa só é semelhante porque possui algumas diferenças. Parece paradoxal, mas interessante isso! Nos relacionamentos humanos, o grande problema não reside nas possíveis coisas iguais, mas nas diferenças existentes. E é neste ponto que se torna importante a virtude da tolerância. Isto é, como conviver com diferenças, de modo a não permitir que elas nos separem?
Com relação a João Marcos, Paulo foi tão intolerante com relação à sua imaturidade, que chegou a brigar com Barnabé. “Houve tal desavença entre eles, que vieram a separar-se” (Atos 15:39).
Nos relacionamentos humanos, espera-se que os mais maduros tolerem as fraquezas dos imaturos. Não no sentido de pactuar com os erros, mas no sentido de compreendê-los e ajudar o inexperiente a evoluir. Não há relacionamento humano que resista à intolerância. Casais que adotam a filosofia do “bateu, levou” não conseguem viver em harmonia, não conseguem crescer juntos.
Ser tolerante não é ser fraco. Mas o resultado de pessoas que aprendem a cultivar o amor bíblico e a viver com cooperação.

Responder




[starr] [star] [ss] [sjg] [sapo] [roda] [pula] [pu] [pig] [pais] [ooO] [oh] [oO] [o08] [nho] [meda] [make] [lua] [love u] [lip] [kiss] [ilo] [heartt] [heart] [hap] [godi] [fro] [fant] [eat] [domuu] [domo] [dance] [cupc] [cup] [cooo] [cool] [com] [clap] [cav] [cake] [brilha] [bowww] [blis] [be] [bd] [bad] [assob] [arranca] [anima] [angel] [_)] [^^] [HAHA] [=Ps] [=M] [=)] [:S] [:D:D] [::(] [!] [!!!] (: