7
dez
2012
A arquitetura é o meu jeito de expressar meus ideais


“Não me sinto importante. A arquitetura é o meu jeito de expressar meus ideais: ser simples, criar um mundo igualitário para todos, olhar as pessoas com otimismo. Eu não quero nada além da felicidade geral.”
(Oscar Niemeyer)

.


” O mais importante não é a arquitetura, mas a vida,
os amigos e este mundo injusto que devemos modificar ”
Oscar Niemeyer







4
dez
2012
Origem dos símbolos de Natal


Símbolos do Natal

ÁRVORE DE NATAL E OS PRESENTES – a origem da árvore de Natal vem da antiga Babilônia. Vem de Ninrode, neto de Cão, filho de Noé. Ninrode se afastou de Deus e enveredou-se pelo caminho da apostasia. Segundo se sabe, Ninrode era tão perverso que se teria se casado com a própria mãe, cujo nome era Semíramis. Após a sua morte, sua mãe-esposa propagou a doutrina maligna da sobrevivência de Ninrode como um ente espiritual. Ela alegava que um grande pinheiro havia crescido da noite para o dia, de um pedaço de árvore morta, que simbolizava o desabrochar da morte de Ninrode para uma nova vida. E, todo ano, no dia de seu aniversário de nascimento ela alegava que Ninrode visitava a árvore “sempre viva” e deixava presentes nela. Entre os druidas, o carvalho era sagrado, entre os egípicios as palmeiras, em Roma era o Abeto, que era decorado com cerejas negras durante a Saturnália. O deus escandinavo Odin era crido como um que dava presentes especiais na época de Natal a quem se aproximava do seu Abeto Sagrado. Esta é a verdadeira origem da “Árvore de Natal” e da prática de se dar “presentes”!

O “PAPAI” NOEL – o velho “Noel” não é tão bondoso e santo quanto muitos pensam! O nome “Papai Noel” é uma corruptela do nome “São Nicolau”, um bispo romano que viveu no século V. Na Enciclopédia Britânica, vol.19 páginas 648-649, 11ª edição inglesa, consta o seguinte:

“São Nicolau, bispo de Mira, um santo venerado pelos gregos e latinos no dia 6 de dezembro.


DAR PRESENTES ÀS ESCONDIDAS
– a lenda das dádivas do “Papai Noel” oferecidas as escondidas, de dotes, às três filhas de um cidadão empobrecido.” Daí teria surgido a prática de se dar presentes “as escondidas” no dia de São Nicolau (6 de dezembro). Mais tarde essa data fundiu-se com o “Dia de Natal” (25 de dezembro), passando a se adotar também no natal essa prática de se dar presentes “às escondidas”, como o fazia o Saint Klaus (o velho Noel!). Daí surgiu a tradição de se colocar os presentes às escondidas junto às árvores de natal!

,center>

COROA DE AZEVINHO OU GUIRLANDA – ás vezes conhecida por “coroa de Natal” ou “Guirlanda” são memoriais de consagração. Em grego é “stephano”, em latim “corona” – podem ser entendidas como: enfeites, oferendas, ofertas para funerais, celebração memorial aos deuses, celebração memorial à vitalidade do mundo vegetal, celebração das vítimas que eram sacrificadas aos deuses pagãos, celebração nos esportes. Significam um “Adorno de Chamamento” e, conseqüentemente, são porta de entrada de deuses. Razão pela qual, em geral, se colocam as guirlandas nas portas, como sinal de boas vindas! A maior parte

dos deuses pagãos do Egito aparecem sempre com a “guirlanda” na cabeça! A Bíblia não faz qualquer menção de uso de “guirlanda” no nascimento de Jesus. Só existe uma guirlanda na Bíblia, e esta foi feita por Roma para colocar na cabeça de Jesus no dia da sua morte. Esta guirlanda de espinhos é símbolo de escárnio!


VELAS OU LUZES
– o uso de velas é um ritual pagão dedicado aos deuses ancestrais. A vela acendida está fazendo renascer o ritual dos solstícios, mantendo vivo o deus sol. Não tem nenhuma relação com o candelabro judaico (ou Menorah). Mais recentemente, em lugar das velas passou-se a adotar velas elétricas, velas à pilha, e, finalmente, as luzes – o sentido é o mesmo!


SINOS – os sinos emitem sons agradáveis e audíveis à distância, e são tocados em ocasiões geralmente festivas. Fazem parte do campanário das igrejas e também têm uso particular. Servem para enviar mensagens pelo ar. E a grande mensagem é o nascimento de Jesus. Por isso, o sino é o sinal de anúncio e alegria para todos.

*** Continua na 2ª parte

Fonte: Google







27
nov
2012
Hubble tira nova foto da magnífica nebulosa olho de gato


A três mil anos-luz de distância uma estrela moribunda atira bombas de gás brilhante.
Esta imagem feita pelo Telescópio Espacial Hubble revela que a Nebulosa Olho de Gato é uma das nebulosas planetárias mais complexas entre as conhecidas. Na realidade, características vistas na Olho de Gato são tão complexas que os astrônomos suspeitam que o objeto central brilhante seja um sistema binário, ou seja, duas estrelas orbitando entre si.
O termo ‘nebulosa planetária’, usado para descrever genericamente esta classe de objetos, é ambíguo. Estes objetos podem parecer redondos e com formato de planetas em telescópios pequenos. Mas imagens de alta resolução revelam que elas são estrelas rodeadas por casulos de gás, soprado das mesmas, nos seus últimos estágios da evolução estelar.
Aqui você pode baixar a olho de gato como papel de parede para o seu monitor. [APOD, Hubble]







25
nov
2012
Hollywood aposta nas histórias bíblicas e no heroísmo dos personagens


Entre os filmes mais vistos do cinema, o épico bíblico “Os Dez Mandamentos”, sobre a fuga do povo judeu do Egito, ganhou sete Oscars, inclusive numa área na época ainda incipiente: a dos efeitos especiais. Para criar tempestades de areia foi usada uma esquadrilha de aviões da força aérea egípcia. Mais de um milhão de litros de água foram derramados em um reservatório na simulação da travessia do Mar Vermelho por Moisés, momento antológico do enredo de quatro horas. Como hoje a fúria da natureza e as reconstituições históricas são mais facilmente criadas pela computação gráfica, Hollywood mira o passado e tenta dar nova vida aos espetaculares filmes religiosos: vem aí um dilúvio de histórias sagradas.

O primeiro entre os blockbusters bíblicos já em produção é “Noé”, de Darren Aronofsky, que trata justamente das chuvas torrenciais que levaram o pastor do título, papel de Russell Crowe, a criar uma arca e colocar nela um casal de cada espécie animal. A maior expectativa, contudo, está na reedição da história de Moisés preparada por dois pesos-pesados do cinema espetáculo: Steven Spielberg e Ridley Scott. Spielberg mantém sigilo sobre o seu filme, que vai se chamar “Deuses e Reis”, mas há comentários de que a trama será “um cruzamento de ‘Coração Valente’ e ‘O Resgate do Soldado Ryan’”. Scott adiantou à revista “Esquire” que o seu “Exodus” trará um perfil inédito do líder judeu:

“Não estou interessado no lado heroico conhecido de todos, mas em sua relação com o faraó Ramsés II, não ensinada nem nas escolas.”

.

Como a “Bíblia” é um livro aberto a muitas interpretações e permite polêmicas contextualizações históricas, divergências já são esperadas. É consenso, no entanto, que o retorno aos temas bíblicos coincide com um esgotamento do filão de super-heróis e de adaptações de videogames. Sem falar que as escrituras são de domínio público e fornecem enredos de graça para os estúdios. Produtor de “Golias”, Wyck Godfrey disse à revista “Hollywood Reporter” que tanto seu filme como os outros em pré-produção se beneficiam de formatos já existentes. “A história de Noé vai pela linha da aventura e as biografias de Moisés e Judas Macabeus, pelo lado da ação e violência”, diz. Ajustar esses enredos aos formatos populares não apresenta grandes dificuldades. Mas todo cuidado é pouco em relação à abordagem, ensinam os roteiristas do gênero. Stuart Hazeldine, autor do script de “Deuses e Reis”, aponta para o perigo das visões que extrapolam demais: “Prefiro ficar nos limites da teologia ortodoxa. Se você erra a mão, atrai o protesto como aconteceu com ‘A Última Tentação de Cristo’.”

O exemplo do filme de Martin Scorsese é perfeito. Ao avançar no tema tabu da vida sexual de Jesus, a produção caiu em desgraça e amargou uma bilheteria de apenas US$ 8 milhões. E isso é o que Hollywood mais teme. Feito ao custo de US$ 130 milhões, “Noé” vai ser submetido a uma comissão de teólogos e passará por sessões-teste antes do corte final. Esse risco não ameaça os títulos da produtora Origin Enterteinment, de orientação católica, que já deu sinal verde para “Maria, Mãe de Cristo”, com a atriz israelense Odeya Rush no papel principal. Escrita pelos mesmos autores de “A Paixão de Cristo”, de Mel Gibson, a história está sendo vendida como uma “prequel” (preâmbulo) do polêmico filme que rendeu US$ 620 milhões e abordará a matança dos inocentes promovida por Herodes, papel de Ben Kingsley. No caminho oposto, o diretor holandês Paul Verhoeven já está preparado para ser apedrejado. Após quatro anos de tentativas, com o boom bíblico ele vai levar às telas o seu livro “Jesus de Nazaré”, resultado de discussões com o grupo de estudiosos da organização Jesus Seminar. Em sua versão, Cristo vai aparecer como uma espécie de terrorista durante o império romano. Baseado nos escritos do filósofo grego Celsus, ele vai mostrar também que Jesus não era filho de José, mas de um centurião. Mais blasfemo, impossível.


Fonte: Istoé







15
nov
2012
Tem coisas que só acontecem comigo!!


Tem coisas que acontecem comigo e com o Botafogo. Fomos passar o domingo lá em Itaboraí,nessa época as meninas eram pequenas. A família que iria nos receber,sabia que ficaríamos até à noite, pois a programação se estenderia até o final do domingo. Chegamos à casa, quase na hora do almoço, e, eu angustiada,não via movimentação de nada cozinhando ou cheiro de comida. Minha preocupação era com as crianças, pois chega a hora da fome,elas não querem nem saber, querem comer. Fui para cozinha,ajudar e, tentar desembolar o almoço,pois já era quase meio dia, de repente a dona da casa fala:

– Não preparei nada,pois não sei cozinhar pra gente chique,não sei o que vocês comem.

Eu, arregacei as mangas e fui para a cozinha fazer tudo!!!!

Cozinhar feijão, fazer arroz,bife e salada de alface.


Falei para a dona da casa que éramos simples,que comíamos de tudo, mas que ela poderia deixar por minha conta que eu faria a comida. Se, ela já tivesse me falado, já chegaria ligando o fogão. A essa altura do campeonato as crianças já estavam pedindo comida. Ufa,que sufoco!!! Da próxima vez,já procuro logo uma pensão ou um restaurante.
Mas, pensando nesses casos da vida,nesses sufocos que todo mundo passa ,vamos poetar???

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...