2
jul
2009
Maravilha de Carlos Drummond de Andrade


Definitivo

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas,
mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.
Sofremos por quê? Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projeções
irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos de ter conhecido ao lado
do nosso amor e não conhecemos, por todos os filhos que gostaríamos de ter
tido junto e não tivemos,por todos os shows e livros e silêncios que
gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados, pela eternidade.
Sofremos não porque nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas
as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um
amigo, para nadar, para namorar.
Sofremos não porque nossa mãe é impaciente conosco, mas por todos os
momentos em que poderíamos estar confidenciando a ela nossas mais profundas
angústias se ela estivesse interessada em nos compreender.
Sofremos não porque nosso time perdeu, mas pela euforia sufocada.
Sofremos não porque envelhecemos, mas porque o futuro está sendo
confiscado de nós, impedindo assim que mil aventuras nos aconteçam,
todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.
Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma
pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez
companhia por um tempo razoável,um tempo feliz.
Como aliviar a dor do que não foi vivido? A resposta é simples como um
verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!!
A cada dia que vivo, mais me convenço de que o desperdício da vida
está no amor que não damos, nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca, e que, esquivando-se do
sofrimento,perdemos também a felicidade.
A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional…

[Carlos Drummond de Andrade]







22
jun
2009
Henrique , um menino vencedor


Ontem, visitando o blog da Balinha, vi e li um post que muito me chamou a atenção: Henrique, um menino que luta. Fui direto ao blog do Henrique e cheguei à conclusão de que ele é um menino vencedor.

Henrique Cortinhas Rogge Dibbern nasceu no dia 30 de maio de 2007. Através de exame de exame de DNA foi dectado que é portador da Síndrome de Werdnig-Hoffmann, um tipo clínico mais comum e mais severo da doença Atrofia Muscular Espinhal (SMA). Apesar da doença, Henrique é uma criança feliz, carismática, inteligente; gosta de assistir desenhos na tv, adora passear, tomar banho, ficar com meus pais, e é muito abençoado por Deus.

henrique

Henrique necessita de aparelhos para continuar sobrevivendo. Existe uma possibilidade dele ir para casa, estar junto com seus pais e mais próximo da família. Isto lhe proporcionaria um ambiente melhor que o do hospital, ainda que lá seja tratado com todo amor e carinho pelos médicos, enfermeiros e demais funcionários. Mas para que isso aconteça a família precisa de ajuda financeira para aquisição dos aparelhos.

Se você se sensibilizou com a história do Henrique, desejar conhecer um pouco mais da vida deste menino vencedor acesse Viva Henrique.

Se sentir o desejo no seu coração de contribuir e ajudá-lo a voltar para casa, clique: Campanha Viva Henrique.

Para divulgação através dos blogs, o Ernani Netto teve uma idéia sensacional criando o Selo do Henrique, o qual posto abaixo.

campanha

Como o selo é específico para esta campanha, segue as mesmas diretrizes dos selos e memes, as quais estão listadas abaixo. Uma vez que a campanha é solidária e voluntária, substituirei, a meu critério, a palavra “regras” por “sugestões”.

SUGESTÕES:

1 – Fazer uma postagem sobre o Henrique;

2 – Colocar o selo no post;

3 – Linkar o blog do Henrique e lá deixar um comentário;

4 – Deixar o selo visível em seu blog por pelo menos uma semana;

5 – Convidar e repassar o selo para 10 blogueiros amigos e avisá-los;

6 – Se puder, e assim desejar, colabore com algum valor na Campanha.

Como última sugestão, o Selo do Henrique não está restrito apenas aos blogs indicados. Se quiser participar divulgando, indicando-o também aos amigos, fique à vontade para fazê-lo. O mais importante é participar de alguma maneira.

Indico o Selo do Henrique aos blogs:

A Moça do Sonho

Academia

O Ângulo em Mim

Clínica da Palavra

Na casa da vovó

Na dança das Palavras







17
jun
2009
Viver é bem melhor


“Não tenho filhos. A verdade é que eu nunca me senti uma intelectual full-time. Eu sempre dei muito mais importância à vida do que ao fato literário. Eu posso até estar escrevendo a página mais importante de um romance, mas se eu sou solicitada por qualquer coisa da vida cotidiana eu dou atenção a esta coisa, pode ser até na cozinha. Eu não tenho filhos, mas tenho um que ajudei a criar e a quem eu adoro e que meu deu dois netos. Como não tinha filhos, eu e meu marido éramos extremamente ligados. Ele me absorvia muito e eu a ele. De forma que na vida sempre foi muito mais importante para mim o fato de viver que o de escrever.”
.
Raquel de Queirós
.
In Giovanni Ricciardi, “Auto-retratos”, Editora Martins Fontes, p.41

Eu concordo plenamente com a Raquel, nessa vida o mais importante é viver. O fato de viver é primordial. Escrever é divino, eleva nosso astral, desabafa nosso coração, mas viver é  sem igual é sine qua non,  é  indispensável. Procurar deixar algo de bom para os seus, se aprimorar, buscar boas amizade, cultivá-las, buscar o amigo que se afastou por algum motivo. Conquistar e correr atrás de seus sonhos. Isso, não tem preço. Estou com Raquel de Queirós e não abro. Viver é bem melhor!








14
jun
2009
Domingo de Grandes Escritores


Cilada Verbal
.
Há vários modos de matar um homem:
com o tiro, a fome, a espada
ou com a palavra
– envenenada.
Não é preciso força.
Basta que a boca solte
a frase engatilhada
e o outro morre
– na sintaxe da emboscada.
.
Affonso Romano de Sant’Anna

Verbo Ser

.
Que vai ser quando crescer?
Vivem perguntando em redor. Que é ser?
É ter um corpo, um jeito, um nome?
Tenho os três. E sou?
Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito?
Ou a gente só principia a ser quando cresce?
É terrível, ser? Dói? É bom? É triste?
Ser; pronunciado tão depressa, e cabe tantas coisas?
Repito: Ser, Ser, Ser. Er. R.
Que vou ser quando crescer?
Sou obrigado a? Posso escolher?
Não dá para entender. Não vou ser.
Vou crescer assim mesmo.
Sem ser
Esquecer.
.
Carlos Drummond de Andrade


A Oração

Dai-me a alegria
Do poema de cada dia.
E que ao longo do caminho
Às almas eu distribua
Minha porção de poesia
Sem que ela diminua…
Poesia tanta e tão minha
Que por uma eucaristia
Possa eu fazê-la sua
Eis minha carne e meu sangue!
A minha carne e meu sangue
Em toda a ardente impureza
Deste humano coração…
Mas, ó Coração Divino,
Deixai-me dar de meu vinho,
Deixai-me dar de meu pão!
Que mal faz uma canção?
Basta que tenha beleza…
.
Mário Quintana
Em A Cor do Invisível, 1989.

* Imagens: Google

*** Acompanhe a votação dessa matéria lá no  diHITT:

http://www.dihitt.com.br/noticia/domingo-de-grandes-escritores/







13
jun
2009
Amigos que fazem acontecer


E a série de homenagens continua, dessa vez vou falar de RODRIGO PIVA, dono do site CURIOSANDO, um site dinâmico e inteligente, que promove nossas notícias. Sempre que preciso de alguma ajuda, quando quero postar algo interessante , eu recebo a ajuda do Rodrigo. Ele nunca me disse não. Sempre disposto, me cede o texto, me orienta com a maior boa vontade. Nosso homenageado de hoje é o  ROPIVA, designer gráfico e um amor de amigo.  Obrigada!!!!!

**  CURIOSANDO

Outro amigo presente, que sempre me dá um Help é o CATARINO, sempre peço socorro a ele. Ontem mesmo, eu queria divulgar um post do Compartilhando as Letras, e ele prontamente me deu todas as coordenadas através de e-mail. Essa troca é que nos faz crescer. Essa boa vontade, esse divulgar de conhcementos é que nos alegra e nos dá capacidade para prosseguir. CATARINO, obrigada!

** BLOG DO CATARINO

As homenagens continuarão. Gosto de ser agradecida aqueles que me ajudaram e continuam me orientando. No início, eu não sabia nada de internet e com a ajuda de amigos ,aos poucos vou me aperfeiçoando. Compartilhar é crescimento. Obrigada!!

*** Acompanhem a votação dessa matéria lá no diHITT:

http://www.dihitt.com.br/sonia_regly/noticia/amigos-que-fazem-acontecer

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...