19
nov
2008
Vivendo sob o medo


Hoje fui assaltada dentro do onibus, que sensação de impotência. Eram três meninos novos, entre 20 e 24 anos, não passavam disso. Um armado e os outros dois iam retirando celulares , relógios, dinheiros e tudo o que viam de valor pela frente. Levaram meu celular, eu tinha um carinho especial por ele, pois, foi presente do meu marido. E,  eu já sabia mexer direitinho, não gosto de ficar trocando, tem que aprender todas aquelas funções, o meu velhinho eu já dava show!!!! Mexia em tudo. Não ligo pra essas modernidades. Falou, já me atende. Esse que me levaram tinha tudo: câmera. rádio, bluetooth, etc…  Mas, o que mais me chamou a atenção é que meninos novos, sem esperança de vida, um caminho que não tem volta. Hoje me roubam aqui, amanhã é morto ali. Não têem futuro, não têem sossego. Meu coração ficou acelerado, fiquei com medo, medo de dispararem a arma e eu ter que me jogar no chão, meu nariz ainda dói, ainda está tudo dolorido, se alguém reagisse, como seria??? Tudo isso me passou pela cabeça. Um pegou minha carteira cheinha de documentos e cartão do plano de saúde. Eu pedi educadamente, pois precisava do cartão do Plano para completar minhas consultas, ele me devolveu. O celular a gente compra outro, mas a vida, a gente não restitui assim. Esses caras, não têm nada a perder, eles vem com a cara e a coragem. E nós ficamos a mercê deles. Bloqueamos o celular na Vivo, às 12 horas, às 17 horas o ladrão estava ligando para as pessoas conhecidas, e ligou para meu marido cobrando Cr$ 150,00 para devolver o celular, é mole????  Cobrando para devolver o que é meu!!!! O que me foi tirado!!! Que mundo é esse!!!  Deixamos pra lá, demos o celular como perdido e não entramos em acordo nenhum. A gente trabalha e compra outro.  Que mundo estamos!!!! Estamos encurralados, acuados, sem defesa nenhuma!!!! Eu gostaria de me mudar do Rio. Tenho parentes em Belo Horizonte que não reclamam de violência, temos parentes em Ubá, interior de Minas, parentes em Brasília e parentes na Paraíba. Mas, eu gostaria de morar no interior de São Paulo: Limeira, Piracicaba, Americana, Santa Bárbara do Oeste, Indaiatuba, São Carlos, Rio Claro, lugares que conheço e acho calmo, sereno e tranqüilo!!!! Não sei até quando…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...